quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Tirando a Droga de Cena

Ciclo Ceap: cursos em 2013.

Cursos presenciais: São treinamentos com carga horária otimizada que fornecem o máximo de conteúdo em um mínimo de tempo. Os participantes recebem informações teóricas e também desenvolvem atividades práticas o que estimula e facilita o processo de aprendizagem. Além disso, recebem orientações para aprofundamento e continuidade da formação. Os cursos presenciais acontecem, semestralmente, nas cidades de Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Vitória, Aracaju, Ribeirão Preto, Campinas e Salvador. Cursos virtuais: São treinamentos ministrados na modalidade de educação a distância, realizados totalmente pela internet. O participante possui total liberdade para escolher o local, dia e horário em que deseja realizar seus estudos. Oferecemos cursos dinâmicos e que proporcionam a vivência de um aprendizado estimulante com recursos de textos, fóruns de discussão, atividades práticas, ambiente de socialização, e assistência do ministrante e do tutor. Estes auxiliam a turma em todos os aspectos do conteúdo e nas questões pedagógicas, práticas e técnicas. Fonte http://www.cicloceap.com.br/portal/portal

terça-feira, 27 de novembro de 2012

MBA em Teologia Prática (Gestão de Pessoas em espaços eclesiásticos), na Faculdade Batista do Rio de Janeiro.

Os espaços eclesiásticos têm passado por diversas mudanças nos últimos tempos, o que tem exigido profissionais – pastores, missionários, teólogos, educadores, administradores, psicólogos, empresários, gestores sociais etc – cada vez mais qualificados e hábeis em gerenciar suas mais diferentes áreas e com uma visão estratégica aguçada para enfrentar os desafios do presente século. Consciente de que muitos teólogos, pastores, educadores, mediadores de conflitos e líderes em geral ao concluírem suas graduações – seja em seminários, faculdade de Teologia ou de Ciências Humanas - e assumirem um trabalho - na área pastoral de igrejas, na mediação de conflitos em ONGs ou de gestão de pessoas em empresas - enfrentam grandes dilemas nas questões práticas do dia-a-dia da administração e da gestão de pessoas, a Faculdade Batista do Rio de Janeiro está com inscrições aberta para o primeiro MBA em Teologia Prática (Gestão de Pessoas em espaços eclesiásticos). O MBA em Teologia Prática (Gestão de Pessoas em Espaços Eclesiásticos) é um curso exclusivamente voltado para os desafios diários enfrentados na realidade administrativa de igrejas, congregações, ONGs e outras instituições do ramo eclesiástico ou de mediação de conflitos sociais a partir da prática da não violência, solidariedade e espiritualidade como promoção da saúde. O MBA em Teologia Prática (Gestão de Pessoas em espaços eclesiásticos) aborda uma grande variedade de conceitos e práticas essenciais para a formação dos que buscam agir e interagir nos espaços eclesiásticos cada vez mais ecléticos, desafiadores e competitivos, valorizando a espiritualidade como viés para mediação de conflitos. CREDENCIAMENTO: Os cursos de MBA da Faculdade Batista do Rio de Janeiro são regidos pela Resolução n. º 01, de 8 de junho de 2007, do Conselho Nacional de Educação – CNE, por este Regulamento, pelo Regimento Interno da Faculdade Batista do Rio de Janeiro e pelas normas baixadas pela Coordenação Geral Acadêmica. PÚBLICO-ALVO: Pastores, missionários, educadores, teólogos, administradores, psicólogos, gestores sociais, líderes em geral e pessoas que trabalham ou atual em ambientes eclesiásticos e pessoas em geral que: a) lidam com espaços eclesiásticos de qualquer segmento ou área de atuação ou que tenham responsabilidade por implementação de mudanças nas organizações; b) atuam em qualquer setor da sociedade como mediadores de conflitos sociais; c) percebam o valor da espiritualidade como desenvolvimento pessoal e profissional; d) Procuram formação a partir do Paradigma da Sustentabilidade no século XXI; e) desejam atingir novos níveis de formação acadêmica ou que sintam necessidade de reciclagem; f) aspiram a cargos que demandem além de experiência e qualificação técnica, sólidos conhecimentos gestão de pessoas; g) possuidores de diploma de cursos de graduação. OBJETIVOS: Aprofundar os conhecimentos e fornecer aos profissionais envolvidos com as pessoas dentro das organizações eclesiásticas, do Terceiro Setor e Empresas, elementos técnicos e teóricos para responderem com eficiência e eficácia às necessidades apresentadas no cotidiano dos mais diversos espaços eclesiásticos, sociais e empresariais. PERÍODO E PERIODICIDADE: O curso será presencial, com aulas no campus da Fabat/STBSB, na Rua José Higino, 416 - TIjuca - Rio de Janeiro - RJ. O curso terá duração mínima de 15 meses e máxima de 18 meses. O curso acontecerá uma vez por semana, às quintas-feiras, das 19h às 22h. Previsão de início da nova turma: em 07 de FEVEREIRO de 2013. O início do curso está condicionado um mínimo de dez alunos. ESTRUTURA CURRICULAR: 1. Administração, organização e Planejamento em Espaços Eclesiásticos (30h) 2. Gestão de Pessoas em Espaços Eclesiásticos (30h) 3. Metodologia da Pesquisa para TCC (30h) 4. Planejamento Educacional em Espaços Eclesiásticos (30h) 5. Desafios Modernos dos Espaços Eclesiásticos (45h) 6. Mediação de Conflitos e Relacionamento Interpessoal (45h) 7. Princípios da Psicologia Aplicados em Espaços Eclesiásticos (45h) 8. Temas do Cotidiano em Espaços Eclesiásticos (45h) 9. Tópicos em Eeologia Prática em Espaços Eclesiásticos (45h). Quatro disciplinas de 30 horas (2 creditos), somadas a 5 disciplinas de 45 horas (3 créditos), totalizando 345 horas. CORPO DOCENTE: Profa. Esp. Ana Laura Defáveri de Oliveira Chácara, Especialista em Administração e Planejamento da Educação - Especialidade: Educação - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, RJ. Profa. Ms. Cíntia Ândria de Sousa Granato Mestre em Filosofia - Especialidade: Ética - Universidade Gama Filho, Rio de Janeiro, RJ. (Lattes: http://lattes.cnpq.br/9797430546876562); Prof. Esp. Davidson Pereira Freitas - Mestrando em Administração e MBA em Gestão Empresarial – Especialidade: Administração e negócios - Fundação Dom Cabral, Rio de Janeiro, RJ. (Lattes: http://lattes.cnpq.br/5824027008135005); Prof. Dr. Delambre de Oliveira Doutor em Teologia – Especialidade: Teologia Sistemática - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ. (Lattes: http://lattes.cnpq.br/5747001684613585). Prof. Dr. Dionísio Soares Doutor em Teologia – Especialidade: Teologia Bíblica - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ. (Lattes: http://lattes.cnpq.br/5737536868457325). Prof. Dr. Edson Fernando Doutor em Teologia – Especialidade: Teologia Sistemática - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ. (Lattes: http://lattes.cnpq.br/5950770681943330). Prof. Ms Fábio Py Mestre em Ciências da Religião – Especialidade: Teologia Bíblica - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, SP. (Lattes: http://lattes.cnpq.br/9482390225415714). Profa. Dra. Maria Celeste Castro Machado Doutora em Língua Portuguesa – Especialidade: Literatura e Língua Portuguesa - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, RJ. (Lattes: http://lattes.cnpq.br/0796775360128915). Profa. Dra. Teresa Akil Doutora em Teologia – Especialidade: Teologia Bíblica - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ. (Lattes: http://lattes.cnpq.br/3997690161542105). MAIORES INFORMAÇÕES: pelo telefone (21) 2570-1833, das 13h às 21h. Fonte http://www.seminariodosul.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=167:mba-em-teo&catid=44:pos-graduacao

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

CURSO SUPERIOR DE ARTES CÊNICAS - BACHARELADO EM TEATRO, com ênfase na formação de ator.

Faculdade CAL de Artes Cênicas (INSTITUTO CAL DE ARTE E CULTURA). A CAL - CASA DAS ARTES DE LARANJEIRAS, que há 30 anos vem desenvolvendo ininterruptamente o seu CURSO PROFISSIONALIZANTE DE ATOR em nível médio, deu, em 2012, um novo passo no seu processo pedagógico de formação artística e inaugurou a FACULDADE CAL DE ARTES CÊNICAS, abrindo vagas para o CURSO SUPERIOR DE ARTES CÊNICAS - BACHARELADO EM TEATRO, com ênfase na formação de ator. Diretor Geral: GUSTAVO ARIANI. Vice-Diretora: ALICE REIS. Diretor Acadêmico: HERMES FREDERICO. Coordenadora do Curso: ELZA DE ANDRADE. Outras informações em http://www.cal.com.br/faculdade-de-teatro.htm

sábado, 24 de novembro de 2012

No ESTADÃO: Marinha terá primeira oficial general da história das Forças Armadas.

Dalva Maria Carvalho Mendes faz parte do grupo de oficiais promovidos após reunião da presidente Dilma com o ministro Celso Amorim. Por Rafael Moraes Moura, de O Estado de S. Paulo. BRASÍLIA - A presidente Dilma Rousseff assinou nesta sexta-feira, 23, em reunião com o ministro da Defesa, Celso Amorim, a promoção de oficiais das Forças Armadas. Uma das decisões envolve Dalva Maria Carvalho Mendes, que foi promovida a contra-almirante médica da Marinha. Com isso, ela será a primeira mulher oficial general da história das Forças Armadas, segundo informou a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.Foto (Divulgação/Marinha)
Dalva Maria, de 56 anos, é viúva, tem dois filhos e ingressou na Marinha do Brasil em 1981. Dedicou a maior parte da sua carreira a atividades no Hospital Naval Marcílio Dias, no Rio, ocupando funções técnicas e administrativas. Graduada em Medicina pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) e especializada em anestesiologia, Dalva Maria ocupa atualmente o cargo de diretora da Policlínica Naval Nossa Senhora da Glória. Ela possui três condecorações - Ordem do Mérito Naval, Medalha Mérito Tamandaré e Medalha Militar com Passador de Ouro. Segundo informações da Marinha, as mulheres representam 33,3% do quadro de oficiais e 6,8% dos praças. A Marinha foi a primeira das três Forças Armadas a aceitar mulheres. Hoje, as mulheres da Marinha fazem parte do Corpo de Engenheiros, do Quadro dos Corpos de Saúde, do Corpo de Intendentes, dos Quadros Técnico e auxiliar do Corpo Auxiliar. Fonte http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,marinha-tera-primeira-oficial-general-da-historia-das-forcas-armadas,964268,0.htm

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Barbosa toma posse e promete Justiça ‘sem firulas, sem rodeios, sem rapapés’

Posse do primeiro negro a ocupar a presidência do Supremo Tribunal Federal é marcada por presença de artistas Por Felipe Recondo e Eduardo Bresciani (de O Estado de S). Paulo e Ricardo Brito (da Agência Estado). BRASÍLIA - O ministro Joaquim Barbosa assumiu na quinta-feira, 22, a presidência do Supremo Tribunal Federal com discurso a favor de um Judiciário "sem firulas, sem floreios, sem rapapés", mais célere, que dê acesso a todos sem privilégios e com juízes protegidos de influência política. Fernando Bizerra Jr/Efe(foto)
No discurso de 16 minutos, testemunhado entre outras autoridades pela presidente da República, Dilma Rousseff, além de artistas e celebridades, Barbosa falou da necessidade de julgamentos realizados em tempo razoável, criticou o excesso de recursos judiciais e a existência de quatro instâncias no Judiciário. Aos 58 anos de idade, natural de Paracatu, cidade mineira, Barbosa tornou-se o primeiro negro a presidir o Supremo e o Conselho Nacional de Justiça - seu antecessor é Carlos Ayres Britto, aposentado compulsoriamente no domingo ao completar 70 anos. Indicado para o tribunal pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que não foi à cerimônia, Barbosa construiu sua carreira no Ministério Público. No Supremo, obteve destaque com a relatoria do julgamento do mensalão, caso no qual a antiga cúpula do PT e o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu foram condenados por compra de votos entre 2003 e 2005, primeiro mandato de Lula. Em seu discurso de estreia como presidente do Judiciário, fez afirmações em prol da valorização dos juízes, "figura tão esquecida", nas palavras de Barbosa. Seu vice no Supremo será Ricardo Lewandowski, justamente o revisor do mensalão e quase seu antagonista no julgamento. Plateia. A cerimônia de posse durou aproximadamente 1h30. Dilma, os presidentes da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), e do Senado, José Sarney (PMDB-AP), compareceram, representando Executivo e Legislativo. Convidados célebres, como os cantores Djavan e Martinho da Vila e os atores Lázaro Ramos, Regina Casé e Lucélia Santos, também estiveram em Brasília para acompanhar a posse. Na primeira fila, Benedita Gomes da Silva, de 72 anos, a mãe Barbosa - a quem o ministro se referiu como "minha querida mãezinha" - e o filho único, Felipe Barbosa Gomes. O pai, também chamado Joaquim, faleceu há dois anos. O novo presidente tem origem humilde. Filho de pedreiro, aos 16 anos viajou sozinho à capital federal, onde trabalhou como faxineiro e em uma gráfica.Formou-se em Direito pela Universidade de Brasília, foi oficial de chancelaria e advogado de órgãos públicos até iniciar sua carreira como procurador. No discurso de posse, Barbosa defendeu o tratamento igualitário das pessoas que apelam ao Judiciário, sem privilégios por motivos econômicos, por exemplo. Como presidente do CNJ, este deve ser seu principal projeto: garantir tratamento equânime às partes de um processo. "É preciso ter honestidade intelectual para dizer que há um grande déficit de justiça entre nós. Nem todos os brasileiros são tratados com igual consideração quando buscam o serviço público da Justiça. O que se vê aqui e acolá, nem sempre, é claro, é o tratamento privilegiado, o by-pass (ignorar, em inglês), a preferência desprovida sem qualquer fundamentação racional", disse Barbosa durante seu discurso. O novo presidente do Supremo afirmou também ser contra os quatro graus de jurisdição. No Supremo, o ministro já defendeu que condenados por crimes em duas instâncias deveriam começar a cumprir a pena, independentemente de recursos pendentes. "(É preciso) Tornar efetivo o princípio constitucional da razoável duração do processo. Se não observado estritamente e em todos os quadrantes do Judiciário nacional, isso suscitará em breve o espantalho capaz de afugentar os investimentos de que tanto necessita a economia nacional", afirmou o ministro, que criticou também o uso excessivo de recursos por parte de advogados interessados em protelar decisões judiciais. ‘Distante’. Barbosa defendeu que o juiz não pode se manter "distante" e "indiferente" aos valores e anseios sociais. "O juiz é um produto do seu meio e do seu tempo. Nada mais indesejado e ultrapassado o juiz que está isolado e encerrado, como se estivesse numa torre de marfim", disse. Fez questão ainda de ressaltar a necessidade de independência, criticando a progressão de carreira na magistratura. "Nada justifica, a meu sentir, a pouco edificante busca de apoio para uma singela promoção de um juiz do primeiro para o segundo grau de jurisdição." Fonte O ESTADÃO. Acesso em http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,barbosa-toma-posse-e-promete-justica-sem-firulas-sem-rodeios-sem-rapapes,963777,0.htm

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

5º Seminário Brasileiro de Estudos Culturais e Educação e 2º Seminário Internacional de Estudos Culturais e Educação (5º SBECE/2º SIECE).

O 5º Seminário Brasileiro de Estudos Culturais e Educação e 2º Seminário Internacional de Estudos Culturais e Educação (5º SBECE/2º SIECE) recebe trabalhos até dia 17 de dezembro. Os resumos devem ser enviados no momento da inscrição pelo site do evento (www.sbece.com.br).(para melhor visualização clique na imagem).
Este evento, que vem se consolidando como um espaço privilegiado de discussões de questões educacionais na perspectiva dos Estudos Culturais, terá na sua próxima edição conferência de abertura com a Dra. Shirley Steinberg e conferência de encerramento com o Dr. Alejandro Grimson. Ocorrerão ainda seis mesas-redondas, com temáticas diversificadas, e quatro interlocuções com pesquisadores. Comissão Organizadora do 5º SBECE/2º SIECE: Edgar Roberto Kirchof (ULBRA) - coordenador; Adriana Thoma (UFRGS); Fabiana de Amorim Marcello (UFRGS); Iara Tatiana Bonin (ULBRA); Karla Saraiva (ULBRA); Lodenir Karnopp (UFRGS); Rosa Maria Hessel Silveira (UFRGS). Dados para envio de Trabalhos O encaminhamento de trabalhos para o 5º SBECE/2º SIECE deverá ser feito através do envio de resumo em português, inglês ou espanhol vinculado a um dos eixos temáticos do evento. Os resumos deverão ter entre 2500 e 2800 caracteres com espaços, em parágrafo único, sem referências bibliográficas. Também deve constar de três a cinco palavras-chave. Não serão aceitos resumos fora dessas normas. Recomenda-se revisar o título, o resumo e as palavras-chaves antes do envio, pois não serão possíveis alterações posteriores. PERÍODO DE INSCRIÇÃO DE TRABALHOS: 1º de outubro a 17 de dezembro de 2012. SUBMISSÃO DO RESUMO: O pagamento da taxa de inscrição por todos os autores é condição para a submissão de trabalhos. A inscrição no 5º SBECE/2º SIECE dá direito à submissão de, no máximo, dois trabalhos. Não serão aceitos trabalhos com mais de dois autores. No caso de co-autoria, ambos os autores devem se inscrever no evento. O envio do resumo será através do próprio formulário de inscrição. Poderão ser submetidos à avaliação artigos resultantes de pesquisas e ensaios. Não serão aceitos relatos de experiências e revisões bibliográficas. O resultado da seleção dos trabalhos pelo Comitê Científico será publicado no site www.sbece.com.br até até 11 de março de 2013. Os trabalhos aceitos deverão ter o texto na íntegra enviado até dia 15 de abril para que sejam publicados nos anais do evento. Os trabalhos aceitos serão publicados em CD com ISBN e também no site do evento. CRITÉRIOS PARA A SELEÇÃO: A avaliação dos resumos será feita pelos membros do Comitê Científico, considerando os seguintes critérios: Trabalhos resultantes de projetos de pesquisa ou ensaios; Originalidade e relevância do trabalho; Consistência e rigor na abordagem teórico-metodológica e na argumentação; Informações adequadas para avaliação do trabalho, incluindo objetivo, temática e referencial teórico; Interlocução com a produção da área e contribuição aos eixos temáticos do evento; Adequação a normas da língua escrita. Caso o trabalho não seja selecionado para apresentação e publicação, a taxa de inscrição não será devolvida. Os trabalhos completos que não obedecerem às normas estabelecidas abaixo não serão publicados. FORMATAÇÃO DO TRABALHO COMPLETO: Para serem publicados, os trabalhos finais deverão seguir as especificações destacadas abaixo: Texto digitado em Word for Windows, com extensão entre 20.000 a 30.000 caracteres com espaços, incluindo referências bibliográficas, notas de rodapé, título e autoria; O resumo não deve ser incluído no trabalho; Papel tamanho A4; Margem superior 3,0 cm e inferior 2,0 cm; Margem esquerda 3,0 cm e direita 2,0 cm; Fonte: Times New Roman, tamanho 12, Espaçamento entre linhas: 1,5cm; Alinhamento justificado; Título em maiúscula, negrito, com alinhamento centralizado; Nome do(s) autor(es), seguido da instituição, abaixo do título com alinhamento à direita; Citações e referências conforme as normas da ABNT; NÃO deve constar o resumo, nem as palavras-chave. Os arquivos deverão ter no máximo 2Mb. Mais instruções a respeito do envio do texto completo estarão no site após dia 11 de março de 2013. Site http://www.sbece.com.br/site/capa

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Especialização em Dependência Química na USP.

Outras informações no site http://www.grea.org.br/

O último livreiro do império

Por Jotabê Medeiros - O Estado de São Paulo. Há quase 170 anos, numa ruazinha no centro de Campos (RJ), abre-se uma livraria que nunca deixou de funcionar nem sequer um dia. Comenta-se que José do Patrocínio, filho e cidadão de Campos dos Goytacazes, comprou ali na livraria Ao Livro Verde a pena com a qual a princesa Isabel assinaria a Lei Áurea, em 1888, libertando os escravos no Brasil. E olha que, àquela altura, a livraria já tinha 44 anos e durado mais que a imensa maioria das livrarias atuais do planeta, as Barnes and Noble e as Borders que morrem como moscas diante das mudanças da era digital e do e-commerce. (Marcos Arcoverde / Estadão).
A história da caneta de Patrocínio é meio lendária, mas quase todo o resto ainda está por ali para ser comprovado, como os três balcões originais da antiga loja, uma cristaleira palito de perfumes (na época, perfume se vendia em livraria, e não em farmácia), fotografias antigas por todo lado, a fachada original com o nome do estabelecimento em relevo. Em 1995, o Guinness Book reconheceu sua longevidade e lhe concedeu o título de A Livraria Mais Antiga do Brasil. Os tempos ditaram as mudanças, pela sobrevivência: apesar da oferta de volumes novinhos de Getúlio, de Lira Neto; Marighella, de Mário Magalhães; Verão da Lata, de Wilson Aquino; e da autobiografia de Neil Young; a loja Ao Livro Verde é hoje mais papelaria do que livraria. Vende livros didáticos, arquivos de papel e pen drives. Tem um pequeno café e um computador para acesso à internet. Possui 27 funcionários, a maioria especializada no atendimento de papelaria, sem intimidade com a literatura. A uma quadra do Rio Paraíba do Sul, a livraria chegou a ser a joia da intelectualidade portuguesa da corte que atracava no antigo Cais do Imperador. Foi para esse público que foi criada, em 1844, pelo empreendedor português José Vaz Corrêa Coimbra. Citada pelo escritor José Cândido de Carvalho (outro filho de Campos) no livro O Coronel e o Lobisomem, a livraria fluminense foi inaugurada em 13 de junho de 1844, e pertenceu a três famílias – a atual, Sobral, a comprou do alemão Max Zuchner e a administra desde os anos 1940. Um anúncio no jornal O Monitor Campista, de 1844, já mostrava a vocação futura do estabelecimento: a loja oferecia, além de livros e serviços gráficos, "miudezas, lindo sortimento de joias, drogas medicinais e para pinturas e o legítimo rapé Bernardes". A ruazinha onde fica o predinho já teve três nomes (Barão de Cotegipe, Rua Bananal e a atual denominação, Rua Governador Teotônio Ferreira Araújo) e a numeração foi mudando, mas a livraria nunca se mexeu um milímetro do seu lugar. "Não posso acabar com essa livraria, ela vai para 200 anos", diz o atual proprietário, Ronaldo Sobral. No momento, a rua está em obras, estão alargando as calçadas e revitalizando, mas os trabalhos prejudicaram sensivelmente o movimento, queixa-se o comerciante. O balconista Carlos Américo Machado Franco, de 76 anos, começou a trabalhar ali aos 16 anos. "Eu vinha de bonde. Atendi aqui clientes que tinham 95 anos, e que eu conhecia da vida toda. Tinha muitos do tempo das usinas, mas elas fecharam", conta. O comércio que mais resistiu foram duas casas de ferragens e duas farmácias, que passaram do século 19 para o 20, mas também já fecharam. Muitos foram até ali conferir a lenda da livraria que nunca fechou, do acadêmico Austregésilo de Athayde ao escritor Carlos Heitor Cony e o cartunista Ziraldo, que deixou um desenho e um autógrafo num cartaz da livraria. "Aqui reúne uma turma muito boa, vem o pessoal da Academia Campista de Letra", orgulha-se o fotógrafo aposentado Wilton Moreira, de 85 anos, um dos mais antigos clientes – tem mais de 50 anos que passa por ali diariamente, toma um cafezinho e pega os jornais para ler. Em 1988, o Primeiro Encontro Internacional de Tradutores levou até a Ao Livro Verde intelectuais do mundo todo, que deixaram seus nomes no livro de visitantes: a francesa Alice Raillard, o alemão Curt Meyer-Clasen, o italiano Mario Merlino, o dinamarquês Per Johns. Os jovens poetas e escritores da cidade são habitués, mas compram pouco. "Intelectual não tem veia comercial. Livro raro é coisa de colecionador, a casa aqui sempre foi fiel ao fundador", diz Sobral, de 65 anos. O prédio foi tombado pelo município, mas nunca recebeu nenhuma atenção dos governos do Estado e Federal. Ao Livro Verde passou por duas guerras mundiais, pelas revoluções todas, pela ditadura militar, pela dance music, pelos livros de autoajuda. "E nunca fechou!", sentencia Ronaldo Sobral. Ele tem três filhos, um advogado, uma especialista em informática e um gerente de banco. Se vão prosseguir com a tradição? "O passado já passou, e o futuro quem sabe?", avalia o livreiro. "Mas é muito difícil, é uma luta. Tem hora que dá vontade de desistir." "Quando o Kadafi morreu, lembraram que ele tinha escrito um certo Livro Verde e telefonaram para mim, não sei se foi da Folha de S.Paulo ou do Estado, para perguntar o porquê do nome da loja", diverte-se às gargalhadas Sobral. O nome já era um século mais velho que o ditador líbio, mas ninguém sabe sua origem. Não há referência bibliográfica. O jornal Monitor Campista, o primeiro a registrar uma oferta da livraria, em sua abertura, já começou com um erro digno de um "Erramos": chamou-a de Loja do Livro Verde, quando na verdade a própria fachada dizia Ao Livro Verde. Fonte http://www.estadao.com.br/noticias/arteelazer,o-ultimo-livreiro-do-imperio,958861,0.htm

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Pós-Graduação Lato Sensu nas áreas de Teologia, Pedagogia e Música, com diplomas reconhecidos pelo MEC.

(para melhor visualização clique na imagem)
Para completar seu prepraro ao serviço do Reino, o Seminário Maior Batista do Sul do Brasil oferece os cursos livres de Teologia Ministerial, Teologia Básica, Liderança de Crescimento Cristão e Música para Igreja. Para saber mais sobre os cursos citados, e sobre as graduações de Bacharel em Teologia e Licenciatura em Música, ambos com diplomas Reconhecidos pelo MEC, visite o site - www.seminariodosul.com.br

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Ordem e Progresso: sempre!

V JORNADA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSÃO

INCLUSÃO: FAZENDO DIALOGAR POLÍTICAS PÚBLICAS E HISTÓRIAS DE VIDA. A V JORNADA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSÃO, evento coordenado pelo Grupo de Estudos e Pesquisas do Núcleo de Educação Especial e Inclusão (GEPNEES) da Universidade Federal do Pará, Campus de Marabá, teve sua primeira versão em 2007 e aconteceu anualmente até 2010, quando se tornou um evento bianual, pela abrangência e importância que tomou nos debates sobre deficiência e inclusão. A Jornada tem envolvido pesquisadores de abrangência nacional, estudantes de graduação e pós-graduação, assim como gestores e professores em formação das redes públicas em seus vários níveis. A V Jornada será realizada no período de 13 a 15 de dezembro de 2012. COMISSÃO CIENTÍFICA: Profa Dra. Alessandra de Rezende Ramos - Faculdade de Ciências Exatas e Naturais / Campus de Marabá (UFPA). Prof. Ms. André Luís Pícolli da Silva – Laboratorio de Pesquisa: Desenvolvimento e Saúde/ Faculdade de Ciências Exatas e Naturais / Campus de Marabá (UFPA). Profa Dra Gisela Macambira Villacorta - Grupo de Pesquisa Antropologia, Religião e Saúde /Campus de Marabá (UFPA). Profa Dra. Iara Maria Campelo Lima – Grupo de Pesquisa em Inclusão Escolar da Pessoa com Deficiência - Programa de Pós-Graduação em Educação /Universidade Federal de Sergipe (UFS). Profa Dr. Idelma Santiago da Silva – Grupo de Estudos e Pesquisas Culturas, Identidades e Dinâmicas Sociais na Amazônia Oriental Brasileira / Campus de Marabá (UFPA). Profa Dra. Ivanilde Apoluceno de Oliveira/Núcleo de Educação Popular Paulo Freire/Programa de Pós-Graduação em Educação (UEPA). Profa Dra. Marisa Borges Wall Barbosa de Carvalho – Grupo de Pesquisa em Educação Especial/Programa de Pós-Graduação em Educação (UFMA). Profa Dra. Nelma Sandes Galvão – Grupo de Pesquisa Educação Inclusiva e Necessidades Educacionais Especiais (GEINEE) /PPGE/Universidade Federal da Bahia (UFBA). Profa Dra. Nilsa Brito Ribeiro - Grupo de Estudos e Pesquisas Culturas, Identidades e Dinâmicas Sociais na Amazônia Oriental Brasileira/Programa de Pós-Graduação em Dinâmicas Territoriais e Sociedade na Amazônia /Campus de Marabá (UFPA). Profa Dra. Valdelúcia Alves da Costa - Grupo de Pesquisa em Políticas em Educação: Formação, Cultura e Inclusão/Universidade Federal Fluminense (UFF). Comissão Organizadora: Hildete Pereira dos Anjos, Katia Regina da Silva, Marcelo Almeida Araujo, Mírian Rosa Pereira, Lucélia Cardoso Cavalcante Rabelo, Ivanilde Apoluceno de Oliveira, Jorge Luis Ribeiro dos Santos, Luciana Barbosa de Melo, Ingrid Pereira Gomes Fernandes, Suelene Miranda de Souza, Francisca Maria Cerqueira da Silva, Elitis Suzana Souza da Costa (bolsista), Rosane Rodrigues Lima (bolsista). Fonte http://v-jornada-eei.blogspot.com.br

sábado, 17 de novembro de 2012

3º Fórum do Terceiro Setor e Lideranças Sociais.

Com o tema “Fortalecimento da Rede Socioassistencial - Disseminação de Resultados e Desafios”, acontece, dia 4 de dezembro, no Auditório da UNISUAM, Unidade Campo Grande, o 3º Fórum do Terceiro Setor e Lideranças Sociais.

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Doutorado, Mestrado e Especializações - CENTRO DE PRODUÇÃO DA UERJ 2013.

Doutorado em Biologia Vegetal: Período de Inscrição: 26/10/2012 a 23/11/2012. Objetivo: Formar e aperfeiçoar profissionais capacitados para pesquisa, assim como para consultorias de acordo com as demandas do mercado de trabalho e políticas vigentes; também habilitá-los a atuar em programas de ensino em cursos de graduação e pós-graduação. Público Alvo e Pré-Requisito: Portadores de diploma de Mestrado Acadêmico outorgado por instituição oficial ou reconhecida pelo Conselho Nacional de Educação, nas áreas de Ciências Biológicas, Agronomia, Engenharia Florestal e Oceanografia, e outras áreas afins com inserção nas linhas de pesquisa do programa. Especialização em Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva: Período de Inscrição: 16/04/2012 a 23/11/2012. Objetivo: Capacitar educadores do ensino especial e regular, e demais profissionais, para atuar com alunos que apresentam necessidades educacionais especiais, tendo por ênfase sua inclusão no ensino comum. Público Alvo e Pré-Requisito: Destina-se a portadores de diploma de curso de graduação plena em Pedagogia e demais licenciaturas, Psicologia, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional e demais áreas afins, emitido por Instituição de Ensino Superior (IES) oficial ou reconhecida pelo Conselho Nacional de Educação (CNE). Especialização em Educação Física e Cultura: imaginário e representações sociais: Objetivo: Propor uma nova possibilidade teórica e metodológica de se pensarem as inúmeras questões relativas ao escopo da intervenção do professor de educação física dentro e fora da escola, considerando sua intervenção no campo da saúde, no campo da educação e no campo do lazer, à luz dos sentidos que os sujeitos atribuem à sua prática no contexto da produção imaginária e representativa inerentes ao universo social e cultural. Público Alvo e Pré-Requisito: Destina-se a portadores de diploma de graduação plena, curso superior de formação específica em Educação Física, Pedagogia, Psicologia, Artes, Comunicação Social, Filosofia. Doutorado e Mestrado em Engenharia Civil: Período de Inscrição: 22/10/2012 a 12/12/2012. Objetivo: Formar profissionais com capacidade de gerenciar empreendimentos e desenvolver pesquisa, integrando os diversos segmentos que contribuem para a concepção, planejamento e execução de obras de engenharia civil. Propõe-se, então, uma nova engenharia de construção civil, cujo princípio fundamental é a integração entre as visões de Projeto, desenvolvidas com auxílio de técnicas numéricas, gerência e processos construtivos. Público Alvo e Pré-Requisito: Portadores de diploma de Mestrado em Engenharia Civil e áreas afins, outorgado por Instituição de Ensino Superior (IES). Doutorado em Ciência Política: Período de Inscrição: 01/10/2012 a 30/11/2012. Objetivo: Formar profissionais de alto nível para atividades de ensino e pesquisa em Ciência Política, assim como para gestão e administração de políticas e serviços públicos. Público Alvo e Pré-Requisito: Destina-se a portadores de diploma de mestrado, outorgado por instituição de ensino superior oficialmente reconhecida e com experiência na área de Ciência Política. Especialização em Filosofia Moderna e Contemporânea: Período de Inscrição: 23/10/2012 a 23/11/2012. Objetivo: Possibilitar a profissionais oriundos dos mais diversos campos do saber um contato mais aprofundado com o pensamento filosófico. Público Alvo e Pré-Requisito: Destinado a portadores de diploma de graduação plena em qualquer área de conhecimento, emitido por Instituição de Ensino Superior (IES) oficial ou reconhecida pelo Conselho Federal de Educação. Especialização em Dinâmicas Urbano-Ambientais e Gestão do Território - (Campus São Gonçalo): Período de Inscrição: 05/11/2012 a 23/11/2012. Objetivo: O presente curso enfoca o espaço urbano, nos seus aspectos social, político, econômico e ambiental, e tem como objetivo geral fornecer instrumentais teóricos e práticos para análise de processos e de fatores que comandam as transformações em áreas urbanizadas. Público Alvo e Pré-Requisito: Portadores de Diploma de Curso de Graduação plena em Geografia e ciências afins, emitido por Instituição de Ensino Superior (IES) oficial ou reconhecida pelo Conselho Nacional de Educação (CNE). Especialização em Língua Portuguesa - (Campus São Gonçalo): Período de Inscrição: 05/11/2012 a 23/11/2012 Objetivo: Qualificar docentes para o Magistério Superior, oferecendo condições de ampliar e aprofundar seus conhecimentos em Língua Portuguesa, de modo a capacitá-los profissionalmente não somente no ensino, mas também na pesquisa, atualizando-os na área de Letras. Público Alvo e Pré-Requisito: Destina-se a graduados em Letras ou áreas afins, com bacharelado ou com licenciatura plena. CENTRO DE PRODUÇÃO DA UERJ: Rua São Francisco Xavier, 524, 1º andar, bloco A, sala 1.006. Maracanã - Rio de Janeiro - RJ. Atendimento de 9h às 18h. Informações - Tel.: (21) 2334-0639 ou pelo site: http://www.cepuerj.uerj.br

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

A AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM NA ESCOLA PONTE: um lançamento WAK Editora.

Qual é o segredo das escolas que fazem diferença, das escolas que conseguem avançar substancialmente na aprendizagem efetiva, no desenvolvimento humano pleno e na alegria crítica de seus alunos?
Talvez este livro ajude a construir a resposta, ou respostas. Falemos de avaliação: a Escola da Ponte partilha o modo como se processa a avaliação e como esta influencia o modo como a aprendizagem acontece. ORGANIZADORES: JOSÉ PACHECO e MARIA DE FÁTIMA PACHECO. Formato: 14x21cm - 204 páginas – 118gr - brochura. ISBN 978-85-7854-212-2. Tel.:(21) 3208-6113. Fonte www.wakeditora.com.br

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Instituto de Pesquisas e Administração da Educação - IPAE.

O Instituto de Pesquisas e Administração da Educação tem o prazer de convidar para participar do Encontro de Educação a Distância, que terá como tema central "Os novos cenários para a educação a distância ". Seá no dia 21 de novembro de 2012 (4ª feira) , com a seguinte programação: 14h - Abertura; 14h10 - O novos cenários para a educação a distância; 14h30 - O desenvolvimento das tecnologias e sua aplicabilidade nos programas de aprendizagem a distância; 15h - A sistemática para credenciamento das instituições no Sistema Federal e nos Sistemas Estaduais de Ensino; 15h30 - Conclusões, encerramento e inicio dos debates locais. (*) Horário de Brasília. O Referido evento será virtual, transmitido pela internet, através da Rádio Virtual de Educação do IPAE (www.ipae.com.br). O acesso deverá ser feito pelo link (http://www.ipae.com.br/eventosvirtuais/075.onc). As questões e perguntas poderão ser encaminhadas até 12 horas do dia 19 de novembro pelo e-mail (rádiovirtualdaeducacao@ipae.com.br) Ressaltamos que, caso exista alguma dificuldade para acesso no horário previsto, o mesmo poderá ocorrer posteriormente (o evento ficará disponibilizado por dez dias subsequentes). É necessário um equipamento que tenha no mínimo o programa Windows Media Player. O IPAE emitirá certificado para os participantes previamente inscritos. A inscrição é gratuita. Deverá haver o preenchimento da ficha que é acessável pelo link (http://www.ipae.com.br/ev/12.747.1.htm). A inscrição deverá ser feita até quatro horas antes do evento a fim de poder haver o ter o registro do acesso. Fonte Instituto de Pesquisas e Administração da Educação.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Especialização gratuita em Relações Étnico-raciais e Educação - RJ

O Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ) publica o edital de seleção de candidatos à segunda turma do curso de pós-graduação lato sensu "RELAÇÕES ETNICORRACIAIS E EDUCAÇÃO: UMA PROPOSTA DE (RE)CONSTRUÇÃO DO IMAGINÁRIO SOCIAL. O Edital pode ser encontrado no sítio do CEFET/RJ (http://www.cefet-rj.br/ ), na página da Diretoria de Pós-Graduação (http://dippg.cefet-rj.br/). Atenção: Solicite também informações sobre o mestrado na mesma área. Fonte http://www.abpn.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=610%3Aespecializacao-gratuita-em-relacoes-etnico-raciais-e-educacao-rj&catid=84%3Aavisos&Itemid=24&lang=pt. Acesso em http://www.abpn.org.br

domingo, 11 de novembro de 2012

Divulgação do Prof. Paulo Henrique Colonese: Revista Digital dos alunos da EF1 da EDEM.

É com orgulho que participo da divulgação de um trabalho que "ajudei a plantar" quando orientei as professoras do 1º ao 5º ano da EDEM de 1995 a 2000 e quando conseguimos despertar o interesse das professoras e consequentemente dos estudantes para projetos em ciências integrados com produções textuais. A parceria com a CIENCIA HOJE DAS CRIANÇAS também começou nesta época, e começamos a lançar revistas "impressas" produzidas pelas crianças em seus estudos semestrais. Agora na era da Internet, as professoras dão novo avanço e lançam a revista na forma de um BLOG... Vamos ver daqui a dez anos o que as crianças estarão produzindo... Repasso a mensagem da Claudia Fenerich da EDEM sobre o lançamento da Revista: "Prezados; hoje, em atividade da Semana das Ciências da EDEM, foi lançada, na presença da editora da Revista Ciência Hoje das Crianças On Line, a revista digital feita a partir de pesquisas dos alunos do EF1. Segue o link para que possam acessá-la, conferir as produções dos alunos, aprender e brincar com eles...: (http://edemescola.wix.com/revista#!home/mainPage). Abraços e até breve... Prof. Paulo Henrique Colonese Correio Eletrônico: coloneseph@globo.com Plataforma Lattes: http://lattes.cnpq.br/1432256231448414; Canal Vimeo: http://vimeo.com/17896628; Canal Dayle Motion: http://www.dailymotion.com/coloneseph; Canal Youtube: http://www.youtube.com/user/coloneseph; Canal CCena: http://www.youtube.com/user/mccena2009.

sábado, 10 de novembro de 2012

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Cursos de atualização na FGV.

Os cursos de atualização são destinados aos interessados em rever e aprimorar suas atividades profissionais, além de interagir com profissionais da área. São cursos práticos que podem ser aplicados rapidamente em seu dia a dia. Para a realização dos cursos de atualização, é recomendável já ter cursado uma graduação. Informações http://www5.fgv.br/fgvonline/Cursos/Atualizacao/

Pós-Graduação Lato Sensu nas áreas de Teologia, Pedagogia e Música, também com diplomas reconhecidos pelo MEC.

Há 104 anos o Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil vem qualificando líderes e lapidando ministérios para o serviço ao Reino de Deus. Atualmente, temos dois cursos de graduação: Bacharel em Teologia e Licenciatura em Música, ambos com diplomas Reconhecidos pelo MEC. Temos também quatro cursos de Pós-Graduação Lato Sensu nas áreas de Teologia, Pedagogia e Música, também com diplomas reconhecidos pelo MEC. Para completar seu prepraro ao serviço do Reino, temos cursos livres de Teologia Ministerial, Teologia Básica, Liderança de Crescimento Cristão e Música para Igreja Não perca tempo! Visite nosso site - www.seminariodosul.com.br

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Conecta 2012 - 21 e 22 de novembro.

No intuito de discutir como a tecnologia vem transformando o ensino e a aprendizagem em sala de aula e o papel do professor neste novo cenário, o Evento Conecta 2012, irá debater este tema apresentando experiências bem sucedidas sobre tecnologias educacionais, durante os dias 21 e 22 de novembro. Dentre os objetivos do Evento Conecta, está o de mobilizar educadores para o uso de tecnologias em prol da aprendizagem, proporcionando reflexões sobre a evolução tecnológica e seus impactos nos comportamentos, possibilitando a vivência dos recursos tecnológicos incorporados aos ambientes de aprendizagem. O público estimado para o Evento Conecta 2012 é de duas mil pessoas por dia envolvendo toda rede de educação do SESI RJ e SENAI RJ, SESI e SENAI Brasil, Educadores da rede pública e particular de ensino, Universidades e Profissionais ligados ao tema tecnologia e educação. Panorama Geral: Sabemos que a tecnologia é um meio e não um fim para a educação, tendo o poder de potencializar o que existe, seja para bom ou para ruim, e que as metodologias de ensino devem estruturar o uso de tecnologia na educação e não ao contrário. Não se trata de aliar as práticas tradicionais com o uso da tecnologia, e sim as práticas inovadoras com o uso da tecnologia, não se restringindo ao espaço e tempo escolares, como também em qualquer tempo ou lugar. Sabemos também que os educadores estão em níveis diferenciados de “intimidade” com as tecnologias e a aceitação deles por elas é facilitada quando se tem um bem comum entre as necessidades e interesses. Fonte http://conecta2012.firjan.org.br/index.php?option=com_content&view=featured&Itemid=101

Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa

Os cursos de Pós-graduação da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo têm como objetivos a formação de docentes, pesquisadores e profissionais especializados, brasileiros ou estrangeiros, portadores de diploma de curso superior. Informações: (11) 2176 -7980, com Liliane. E-mail cepsicol@santacasasp.org.br

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

JORNAL EXTRA: Boa notícia

UMA PROFESSORA EM BUSCA DA INCLUSÃO
A professora e psicóloga Christiane Penha, de 34 anos, começou a se interessar pela Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) há alguns anos. Sua mãe era professora e sempre procurou integrar, no meio escolar, os alunos com necessidades especiais. Christiane percebeu que deveria ter a mesma dedicação. Hoje após vários cursos, ela prepara outros professores para ensinar Libras e busca sensibilizá-los para a importância do método para combater o preconceito. A lei garante o acesso da comunidade surda aos serviços, mas não muda a cabeça de ninguém. Essas pessoas passam por desafios diários, mas podem alcançar tudo o que quiserem. Christiane sempre teve interesse em educação especial e já fez também um curso de braile. Quer participar? Tem uma história legal para boa notícia? Envie e-mail para marcela.serosini@extra.inf.br FONTE: Jornal Extra, Edição Baixada. Rio de Janeiro, quarta feira 7 de novembro de 2012. Ano 15. Número 5.919. Página 2. Link de acesso http://extra.globo.com/noticias/rio/uma-professora-em-busca-da-inclusao-de-alunos-com-necessidades-especiais-6653685.html

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

FALE: Fórum de Alfabetização, Leitura e Escrita.

O próximo Fórum de Alfabetização, Leitura e Escrita será nesse sábado, dia 10 de novembro! Tema: Alfabetização: da leitura do mundo à leitura e escrita da própria palavra. O Encontro será no Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro (ISERJ), na Rua Mariz e Barros 273 (Tijuca). Pontos de referência: Praça da Bandeira e estação Afonso Peña (metrô). O horário é de 9h a 12h. Haverá sorteio de livros e entrega de declaração. É só chegar e participar! Mais informações, vide cartaz em anexo!! Para ampliar clique na imagem
Fonte Comissão Organizadora

'Ser e Tempo', de Martin Heidegger, é tema de debate

Por Felipe Cherubin - especial para o 'Estado'. O tratado do pensador alemão é parte do conjunto das grandes obras filosóficas do século 20. (Reprodução)>>
O filósofo alemão Martin Heidegger O caderno Sabático, do jornal O Estado de S. Paulo, a Editora Unicamp e a Livraria da Vila promovem nesta terça-feira, 6, o lançamento do livro Ser e Tempo, do filósofo alemão Martin Heidegger (1889- 1976) com um debate do qual participam o tradutor Fausto Castilho, o editor Rinaldo Gama, do Sabático, e o repórter especial Antonio Gonçalves Filho. O tratado Ser e Tempo, que chega em tradução bilíngue (coedição Editora Unicamp e Vozes), é parte do conjunto das grandes obras filosóficas do século 20. Mesmo inacabado, não impediu Heidegger "que viesse a tratar fora do plano de um tratado, como escrito avulso, muitos dentre os temas que constariam da segunda parte não redigida", como bem explica Fausto Castilho, que foi aluno do próprio Heidegger, de Merleau-Ponty, Piaget e Bachelard. A obra trata da questão do Dasein. Heidegger pretende repropor a chamada questão-do-ser já formulada pelos gregos. Nessa obra, a interrogação é formulada a partir da análise ontológica de um ente "exemplar", que tem por isso a função de ontologia fundamental. Esse ente exemplar é denominado por Heidegger de Dasein. É, portanto, a velha questão grega, o que é o ser?, que o filósofo crê ter sido feita incorretamente ao longo da história da filosofia. Em sua ontologia, propõe-se a diferenciar ser de ente - levando em conta a questão da temporalidade - para , então , recolocar de forma correta a pergunta radical de Leibniz (1646-1716): "Por que há algo em vez de nada?" A obra traz ainda reflexões sobre a angústia, a morte e a técnica, tendo influenciado o pensamento de filósofos como Jean-Paul Sartre, Hannah Arendt e Paul Ricoeur. Herdeiro intelectual de Franz Brentano (1838-1917) e Edmund Husserl (1859-1938), que vinham à esteira do renascimento aristotélico promovido por Adolf Trendelemburg(1802-1872), Heidegger, lembra Castilho, "preconiza desde cedo uma interpretação original de Aristóteles em sua tese por muito tempo conhecida como Relatório Natorp, que lhe valeu em 1923 a nomeação como professor extraordinário em Marburgo". O dilema entre "tecnofilia" e "tecnofobia" e as desilusões quanto ao caráter da ciência como uma panaceia universal haviam sido tratadas pelo aluno de Brentano, Edmund Husserl - por sua vez professor de Heidegger- em Krisis, espécie de manifesto contra a corrosão dos valores pela técnica. Crise, aliás, preconizada por Nietzsche. Sobre essas influências, Castilho observa que "a de Husserl sobre Heidegger é mais do que ostensiva", não ocorrendo o mesmo no caso de Nietzsche, "já que essa relação direta e mais intensa com ele só acontece tardiamente, entre 1936 e 1940, durante a guerra e no momento preciso em que os nazistas procuram conferir àquele autor a condição de ideólogo preferencial do nazismo." Por sua vez "não é de modo algum clara qual seja a parte que Nietzsche pode ter tido na elaboração dos conceitos próprios de Heidegger, antes, e depois de Ser e Tempo". SER E TEMPO Livraria da Vila (Rua Fradique Coutinho, 915). Tel. (011) 3814-5811. Lançamento e debate terça, 06, às 18h30. FONTE http://www.estadao.com.br/noticias/arteelazer,ser-e-tempo-de-martin-heidegger-e-tema-de-debate,955875,0.htm

MATEMÁTICA HUMANISTA: Um show do CARLOS MATHIAS

Carlos Eduardo Mathias Motta é doutor e mestre em Matemática pela UFRJ. Músico profissional pela Ordem dos Músicos do Brasil (OMB - baterista) desde 1993, desenvolveu o DRUMMATH, uma metodologia de ensino de matemática para deficientes visuais que utiliza apenas sons e atividades motoras. É professor do Departamento de Matemática Aplicada (GMA) da UFF, professor pesquisador da Universidade Aberta do Brasil (UAB), coordenador operacional dos Cursos de Pós-Graduação Lato-Sensu "Novas Tecnologias no Ensino da Matemática" e "Implementação e Gestão de EAD" (UFF/LANTE/UAB), avaliador externo do MEC/CAPES/UAB e coordenador da a equipe de Elaboração de Itens de Matemática para o ENEM na UFF. Sua conferência se intitula: Matemática Humanista: uma perspectiva cultural no Ensino para Deficientes Visuais por meio de Ritmos Musicais. Divulgação solicitada pelo Prof. Paulo Henrique Colonese(e-mail).

domingo, 4 de novembro de 2012

Cinema e Argumento entrevista a audiodescritora Márcia Cáspary

Na foto que segue, a audiodescritora Marcia Caspary poucos minutos antes da sessão do filme "Colegas" no 40° Festival de Cinema de Gramado.
por Matheus Pannebecker. Acho que eu estaria perdido se não pudesse mais ver filmes. Imagine perder a visão – ou nascer sem ela – e ser privado de ir ao cinema, de ver um filme em casa. No Brasil, 11,8 milhões de pessoas têm deficiência visual, e 160 mil delas possuem incapacidade total de enxergar. Com isso, vem à tona uma realidade que poucos conhecem: afinal, onde está o cinema para as pessoas com deficiência visual? Onde elas podem contar com acessibilidade? Infelizmente, em pouquíssimos lugares. Por outro lado, a luta para resolver esses questionamentos nunca termina. E uma grande guerreira dessa jornada é a gaúcha Marcia Caspary, audiodescritora que já marcou presença em grandes eventos como o Festival de Cinema de Gramado, onde foi uma das responsáveis por levar a acessibilidade cultural para pessoas com deficiência visual. Para quem não sabe, audiodescrição oferece ao deficiente visual todas as informações sobre as imagens que aparecem quando não há diálogos ou quando só se ouve o som, orientando-o sobre o que acontece. Através de uma banda sonora extra, que está disponível em fones de ouvidos disponíveis nas sessões, o público-alvo pode conferir o filme. Caspary tomou conhecimento sobre audiodescrição em 2008, quando fez narração para um curta de animação chamado Rua das Tulipas. Desde então, ela não parou e, em 2010, seu total envolvimento com a audiodescrição foi selado com um curso sobre o assunto no Instituto Vivo, em Porto Alegre. "É assim que se entra nesse ramo: tem que fazer cursos, pesquisar, estudar, praticar no dia-a-dia antes de produzir, conhecer pessoas com deficiência visual e saber de suas necessidades", comenta. Para Caspary, uma boa audiodescrição é aquela que passa despercebida e que se adequa de tal forma ao produto que acaba, de certa forma, fazendo parte dele. E não é só o audiodescritor que deve trabalhar com essa lógica, mas o próprio técnico que modula os volumes, tanto em audiodescrições ao vivo como gravadas. "Temos que ter o cuidado de descrever – mas sem interpretar – tudo o que é realmente relevante para a compreensão do produto em questão. Devemos também respeitar o usuário do recurso, consultá-lo e saber quais são as palavras e os tons mais apropriados", aponta a audiodescritora. Seguindo a lógica de que menos é mais, Caspary ainda ressalta que um audiodescritor nunca deve subestimar a capacidade de entendimento das pessoas com deficiência visual. Entre as várias experiências no ramo, ela elege a audiodescrição do filme Colegas, no 40° Festival de Cinema de Gramado, como o seu momento mais inesquecível. "Sem dúvida! Foi uma noite de muita emoção! Tivemos uma equipe comprometida do início ao fim do processo e um público que veio de outras cidades pra assistir!", lembra. Outro momento destacado é a audiodescrição de Inimigos de Classe, espetáculo de Luciano Alabarse. O trabalho para a peça, segundo ela, foi diferente de Colegas, longa leve e espirituoso protagonizado por três jovens com Síndrome de Down: "O espetáculo tinha uma temática muito polêmica e um texto intenso, de um peso moral e social desconcertante. Foi um grande desafio". Recentemente, Caspary ainda integrou a equipe de audiodescrição da segunda edição gaúcha do Assim Vivemos, festival inteiramente voltado ao mundo de pessoas com deficiências, que estão presentes nos filmes (todos sobre a temática) e na plateia (em sessões que oferecem todas as acessibilidades). Já no cinema em geral, ela não deixa de destacar os filmes com audiodescrição que mais lhe marcaram, entre eles Colegas, A Pele Que Habito e Cisne Negro. Mas Caspary quer sempre ir além, inclusive fora do cinema: "Quando eu assisto a um filme e gosto, já penso na audiodescrição! Filmes com poucos diálogos e fotografia bacana também pedem audiodescrição. Mas eu ainda gostaria de descrever o desfile do Natal Luz em Gramado e espetáculos como Fuerza Bruta, que são altamente sensoriais. São tantas emoções!". A iniciativa é inspiradora e, claro, muito necessária. No entanto, a audiodescrição ainda não é abraçada como deveria. Caspary conta que o maior desafio é incorporar a acessibilidade aos espaços públicos, centros culturais, teatros e cinemas. E acessibilidade, nesse sentido, refere-se ao trabalho com todas as deficiências, não só as visuais. "Tudo começa com a conscientização de que devemos desfazer barreiras e criar políticas públicas voltadas a esta realidade. Com isso, fica fácil fidelizar o público, que vai ter autonomia de ir e vir. Temos que fazer, fazer, fazer! Precisamos nos posicionar e cobrar acessibilidade nos lugares. Juntar forças, trabalhar junto! O mundo já mostra maior abertura e uma nova consciência. Abaixo o coitadismo!", aponta. E você, já parou para pensar sobre a questão da audiodescrição - e, mais especificamente, das acessibilidades? Não? Então coloque-se no lugar das pessoas que precisam dela. Certamente você terá uma nova percepção. Origem: Cinema e Argumento. FONTEhttp://www.blogdaaudiodescricao.com.br/2012/10/marcia-caspary.html#more

sábado, 3 de novembro de 2012

Revista de Administração do UNISAL

Comunicamos a abertura de chamada de artigos para publicação no v. 3, nº 1 , meses de novembro a fevereiro de 2013 da RAU – Revista de Administração do UNISAL. Serão publicados trabalhos inéditos (artigos, resenhas e entrevistas) que versem sobre temas direcionados ao estudo da Administração e também da tecnologia de Recursos Humanos, Marketing, Logística e Gestão de Varejo. Informamos também que os trabalhos deverão ser enviados até o dia 30 de Janeiro de 2013 e que todos serão submetidos à avaliação de pareceristas devidamente recomendados pela Equipe Editorial da Revista. As normas de elaboração, apresentação e critérios de aceitação de trabalhos poderão ser acessadas diretamente no site da RAU – Revista de Administração do UNISAL. Outras informações poderão ser obtidas através do e-mail: (carolina@sj.unisal.br) Cordiais saudações,Robson Paniago - Editor Científico (robson@sj.unisal.br). Pedro Carlos de Carvalho - Editor Científico Adjunto (pedro.carvalho@sj.unisal.br). Site www.unisal.br/rau

Exame Nacional do Ensino Médio (Enem): 5,7 milhões de inscritos.

Por Leonencio Nossa (BRASÍLIA).Exame Nacional do Ensino Médio, que começa neste sábado e vai até domingo com 5,7 milhões de inscritos, tenta se livrar dos erros de organização que acompanham a prova desde 2009. Para tentar fazer o primeiro Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) sem falhas desde 2009, quando foi transformado em vestibular, o Ministério da Educação inflou o gasto médio com as provas. O custo por inscrito chegou a R$ 55,98, quase R$ 8 a mais que no ano passado, quando 26,4% dos inscritos faltaram. Desse valor, R$ 45,33 saíram dos cofres públicos, pois a arrecadação com as taxas de inscrição não cobre o custo. O gasto total do governo com exame é estimado em R$ 262 milhões. Veja também: Pelo menos 95 instituições devem aceitar Enem como vestibular>> Custo do Enem é de R$ 46 por candidato>> Professor da UnB sugere dois 'Enems' >> 'Estadão.edu' terá correção ao vivo do Enem. Foto de Wilson Pedrosa/Estadão.
Segundo Mercadante, o custo de R$ 46 por candidato ‘é muito pequeno para a oportunidade que estamos dando'Pouco mais de 5,7 milhões são esperados hoje e amanhã em 1.615 cidades do País. O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse que o aumento do custo ocorreu com a compra de cadeados eletrônicos e chips de segurança e as mudanças na aplicação e correção dos testes. Mercadante disse estar "tranquilo" e "seguro" de que o primeiro Enem de sua gestão ocorrerá sem fraudes e falhas ocorridas nas versões anteriores. "Não é possível um custo que não fosse esse. Para nós, o prejuízo de não fazer bem feito é muito maior. É um custo muito pequeno para a oportunidade que estamos dando aos brasileiros de chegar à universidade de forma democrática e republicana." As mulheres (3,4 milhões) ultrapassaram os homens (2,3 milhões) no número de inscritos. O Sudeste lidera as inscrições (2,1milhões), seguido do Nordeste (1,8 milhão), Sul (732 mil). Norte (R$ 590 mil) e Centro-Oeste (R$ 522 mil). A maioria (4 milhões) alegou não ter dinheiro para pagar a inscrição. Um milhão de estudantes pagou uma taxa de R$ 35, o que diminuiu o gasto com o exame. Segurança. Mercadante disse que foram checados 3,4 mil itens de segurança e qualidade em 11 etapas do Enem, desde o planejamento até a capacitação das 566 mil pessoas envolvidas. Nessa fase de aplicação, os organizadores concentraram a atenção em 33 itens, numa tentativa de evitar falhas e fraudes. "É um sistema logístico complexo. Tivemos todo o cuidado e rigor", afirmou. A divulgação do gabarito está prevista para quarta-feira, dia 7, e os resultados individuais para 28 de dezembro. Por conta do sistema de correção do Enem, a Teoria de Resposta ao Item (TRI), o número de acertos não define a pontuação do candidato. A TRI também leva em conta o grau de dificuldade dos itens. Na entrevista, Mercadante reforçou as recomendações para os inscritos não perderem o horário das provas e disse que está sentindo a mesma ansiedade de1972, quando prestou vestibular para Economia na Universidade de São Paulo (USP). O ministro disse que não foram registrados incidentes na distribuição das provas. Entre as medidas de segurança realizadas neste ano está a adoção de lacres eletrônicos em 25% dos malotes de provas. O instrumento permite aos organizadores saber os horários em que os envelopes foram fechados na gráfica e o momento da abertura nas salas de aula. Fonte http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,mec-gasta-r-262-milhoes-para-fazer-pela-1-vez-enem-sem-falhas-graves,954920,0.htm

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Scientiae Studia

Campanha de novos sócios. da Associação Filosófica Scientiae Studia Associe-se! Cada associado paga a anuidade (atualmente R$ 310,00) e recebe as quatro revistas Scientiae Studia relativas ao ano de 2012, bem como os livros da Coleção de Estudos sobre a Ciência e a Tecnologia, entre outras vantagens. Baixe a ficha para novos sócios em http://www.scientiaestudia.org.br/index.asp , preencha e depois envie para o e-mail: secretaria@scientiaestudia.org.br
Scientiae Studia tem por objetivo dar visibilidade à produção acadêmica nas áreas de filosofia e história da ciência sem descuidar das contribuições de áreas afins, como a sociologia da ciência e da tecnologia, a história da técnica e a filosofia da tecnologia. A revista tem uma linha temática claramente devotada muito precisamente aos estudos filosóficos e históricos sobre a ciência, entendida na acepção ampla de ciência exata, natural e humana, e ao impacto da aplicação técnica e tecnológica no conjunto da cultura e da sociedade. A revista Scientiae Studia visa assim, desde o início, publicar contribuições que procurem entender a ciência como manifestação da cultura e expressão do estágio atual do processo civilizatório, analisando os aspectos internos, que podem caracterizar racional e autonomamente a ciência, e detendo-se também no conjunto dos valores sociais que dão sustentação às práticas científicas e tecnológicas, nas quais se põe a questão da responsabilidade ética e social dos cientistas e tecnólogos. Scientiae Studia está dirigida à comunidade científica e acadêmica de línguas portuguesa e espanhola, visando assim não só a difusão dos estudos críticos (históricos, epistemológicos, éticos) sobre a ciência e a tecnologia, mas também uma maior integração linguística e cultural entre os países da América Latina. Página http://www.scientiaestudia.org.br/revista/index.asp

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Evento da FENEIS

Quinta, 13 de dezembro de 2012. LOCAL: G1 – 2 ANDAR – FACULDADE DE LETRAS – UFRJ – FUNDÃO - RIO DE JANEIRO. DIA 13 DE DEZEMBRO DE 2012-10-24 HORÁRIO: 08:00 – 17:00hs. INSCRIÇÃO: e-mail (celesrj@feneis.org.br). VALOR: ATÉ NOVEMBRO – R$70,00. ATÉ DEZEMBRO – R$100,00. CONTA: CEF – AG. 2904 – OP.003 – C/C 438-8 (LEVAR COMPROVANTE DE DEPÓSITO). Fonte Ana Regina Campello em http://www.facebook.com/events/131038050378435/

UNATI UNISUAM promoverá palestra sobre o Alzheimer

Doença que aflige a terceira idade será tema de evento da Universidade Aberta à Terceira Idade – UNATI A UNATI UNISUAM realizará a palestra “Alzheimer – mudança na comunicação e no comportamento” voltada para o público da terceira idade ou para quem tem um idoso na família. A explanação já tem hora e local, será no dia 6 de novembro, às 8h30, na sala 201A, Unidade Bonsucesso. A palestrante será a Professora Madalena Glinardello, que possui vasta experiência no trato com a melhor idade. Não perca a chance de se informar com qualidade sobre o assunto e cuidar da melhor maneira possível de quem dedicou tanto amor e carinho a você. É a UNATI UNISUAM se preocupando cada dia mais com o bem-estar dessa turma que ainda tem muito que viver! Fonte http://www.unisuamnews.com.br/unati-unisuam-promovera-palestra-sobre-o-alzheimer