segunda-feira, 20 de julho de 2015

LIBRAS FALANDO COM AS MÃOS - REVISTA APPAI EDUCAR:Escola Municipal Maurice Maeterlinck.

Por Tony Carvalho(Revista Appai Educar). A educação especial inclusiva no Brasil se tornou um mecanis- mo de discussão e de práticas de ações que contemplam o exercício da efetivação do respeito aos direitos humanos e repúdio ao preconceito. Os crescentes diálogos sobre a questão da acessibilidade possibilitaram que milhões de crianças, adolescentes, jovens e adultos pudessem ter o direito a um ensino com qualidade. O ideal de inclusão defendido pelas leis atuais prevê que todos possam frequentar a escola regular, e esta deve se fazer apta a recebê-los. Mas o que acontece quando a primeira língua dos alunos não é o português? Nesse caso, o ensino de Libras (Língua Brasileira de Sinais) se faz necessário.
No Rio de Janeiro, a gerência da 6ª Coordenadoria Regional de Educação vem realizando um trabalho nesse sentido, oferecendo aos professores cursos que os capacitem a lidar com estudantes surdos. Para a professora Kátia Barboza, gerente da GED da 6ª CRE, a escola é um espaço singular para o desenvolvimento da aprendizagem de forma sistemática, frente ao movimento de acessibilidade e, para tanto, precisa priorizar o ensino da Libras a sur- dos e ouvintes como uma das condições para garantir a permanência e o sucesso escolar.
“Quando chegamos na GED, em 2011, começamos a investir na questão da inclusão e, para tanto, iniciamos um processo de capacitação dos professores com o curso de Libras, ministrado pela professora Cristiane Penha, para que nossos edu- cadores tivessem mais condições de entender nossas crianças, de poder ajudá-las, trazendo-as para perto da gente e, em consequência, suas famílias, uma parceria fundamental para que o trabalho flua com mais facilidade”, afirma Kátia. Parabéns!!
Fonte: Revista APPAI EDUCAR, edição número 94, ano 2015, p.24 - 26. Acesso em http://www.appai.org.br/revistaappaieducar/

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Maçonaria: Estudos Históricos Acadêmicos.

INTRODUÇÃO À HISTÓRIA DA MAÇONARIA
O Centro de Produção da Universidade do Estado do Rio de Janeiro está com inscrição aberta para diversos cursos de extensão. São eles: Noções Básicas para Pesquisa Envolvendo Seres Humanos; Sociedades Secretas: os Iluminatis; e Introdução à História da Maçonaria. Sobre os cursos: O objetivo do curso é criar base para o desenvolvimento de uma pesquisa histórica crítica sobre a instituição conhecida como "Maçonaria", objetivando reduzir a defasagem entre os estudos históricos acadêmicos sobre o tema e os estudos desenvolvidos pela própria instituição maçônica. As inscrições podem ser feitas até 24 de julho. Sociedades Secretas: os Iluminatis: lluminati (plural do latim illuminatus, "aquele que é iluminado") é a denominação de diversos grupos, alguns históricos, outros modernos, reais ou fictícios. Comumente, o termo Illuminati tem sido empregado para referir-se aos Illuminati da Baviera, uma sociedade secreta iluminista fundada em 1º de maio de 1776. Nos tempos modernos, também é usado para se referir a uma suposta organização que controlaria os assuntos de vários Estados secretamente, normalmente como versão moderna ou como continuação dos referidos Illuminati bávaros, como sinônimo e cérebro por trás dos acontecimentos que levarão ao estabelecimento de uma Nova Ordem Mundial. Este curso se propõe a analisar e relacionar os eventos que levaram à criação e desenvolvimento desta sociedade secreta pelo prisma da documentação histórica existente sobre o tema; seus manifestos e filosofia nos campos social, político e cultural, na Europa e, posteriormente, no Brasil, abordando os marcos históricos da sua atuação política, desde os governos da chamada República Velha até a atualidade. Abordaremos ainda a síntese filosófica entre o pensamento iluminista e o ideário positivista, no intuito de entender o pensamento desta sociedade no Brasil. Inscrições abertas até 24 de julho. Noções Básicas para Pesquisa Envolvendo Seres Humanos: O curso tem por objetivo promover aos profissionais de saúde capacitação, senso crítico e interesse em projetos de pesquisa envolvendo seres humanos nas diferentes áreas de conhecimento. Além disso, permitir o reconhecimento de seu papel à contribuição da investigação científica. É uma excelente ferramenta para reciclagem e atualização dos profissionais. As inscrições seguem abertas até o dia 7 de setembro. No site do Centro de Produção da Uerj – www.cepuerj.uerj.br é possível encontrar todas as informações dos cursos citados e fazer inscrição online. CENTRO DE PRODUÇÃO DA UERJ: Rua São Francisco Xavier, 524. Maracanã, Rio de Janeiro, RJ. 1º andar, Bloco A, Sala 1006. CEP: 20559-900. Horário de atendimento na recepção: de 2ª a 6ª feira, das 09h às 17h. Teleatendimento: (21) 2334-0639, de 2ª a 6ª feira, das 09h às 17h. E-mail: cepuerj@uerj.br - Site www.cepuerj.uerj.br
A Revista “Ciência & Maçonaria” é a primeira revista acadêmico-científica no Brasil dedicada a produção e divulgação de conhecimento em um campo de pesquisa cada vez mais estudado: a Maçonaria. Acesso em http://www.cienciaemaconaria.com.br/index.php/cem
A MISSÃO PERMANENTE DA MAÇONARIA: Um sacerdócio maçônico. Por Rubi Rodrigues. Resumo: O resgate da missão permanente da Maçonaria a qualifica como instituição a serviço da humanidade e a inscreve como representante atual de uma tradição milenar de Escolas de Mistério. A Maçonaria do século XXI está sendo beneficiada por conquistas culturais que lhe facultam levar a cabo o sonho acalentado pelos grandes iniciados de todos os tempos: disponibilizar um método racional capaz de libertar a mente humana da caverna platônica das ilusões. Obtém-se esse resultado, articulando as “doutrinas não escritas” de Platão, as conquistas culturais da modernidade e o saber esotérico cultivado na Maçonaria. Aqui, tentamos justificar essa tese. Políticas Editoriais: » Foco e Escopo » Políticas de Seção » Processo de Avaliação pelos Pares » Periodicidade » Política de Acesso Livre » Seções. Foco e Escopo: A Revista “Ciência & Maçonaria” é a primeira revista acadêmica no Brasil dedicada a contribuições acadêmicas em um campo de pesquisa cada vez mais estudado: a Maçonaria. Seu formato é exclusivamente eletrônico e com publicações semestrais. Sua finalidade é publicar produção multidisciplinar relacionada à Maçonaria de especialistas, professores e alunos de diversas universidades. O objetivo é disponibilizar conhecimento sobre Maçonaria e democratizar a produção acadêmica sobre esse objeto de pesquisa: a Maçonaria. A Revista “Ciência & Maçonaria” destina-se à publicação de textos inéditos na modalidade de artigos, ensaios e resenhas. Trata-se de um espaço aberto para professores, pesquisadores e estudantes que desejam publicar suas análises, reflexões e resultados de pesquisas realizadas. A revista também está aberta ao público maçônico em geral para suas contribuições. Considera-se ainda, como principal requisito para publicação na Revista “Ciência & Maçonaria”, que a produção apresente conteúdo analítico-interpretativo, de maneira coerente com rigor científico na área de estudo das ciências humanas e sociais. Os artigos podem ser das seguintes CATEGORIAS: teórico, empírico, ensaio ou resenha bibliográfica: Artigo Teórico: O artigo teórico deverá basear-se em questões maçônicas ligadas a uma das ciências humanas e sociais e apresentar uma reflexão/interpretação crítica dos fenômenos observados, sustentado por referências bibliográficas relevantes. Artigo Empírico: O artigo empírico deverá fundamentar-se em procedimentos metodológicos relevantes, na tentativa do desenvolvimento de análises e interpretações que produzam avanço ou conhecimento na área. Ensaio: O ensaio trata-se de uma forma livre de análise e interpretação de fenômenos relacionados à Maçonaria, apresentando novas perspectivas e enfoques sobre temas relevantes; contribuindo assim para o avanço da produção cientifica. Resenha: A resenha consiste em análise crítica de livros, teses, dissertações e monografias, publicadas no Brasil e no exterior sobre Maçonaria. Políticas de Seção: Artigos: Política padrão de seção. Verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares. Ensaios: Verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares. Resenhas: Verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares. Processo de Avaliação pelos Pares: O processo de avaliação da Revista Ciência & Maçonaria consiste nas seguintes etapas: O artigo original será analisado pelo editor responsável da revista, de modo a se analisar se cumpre com os requisitos temáticos e metodológicos e definir a área de avaliação o qual será direcionado. Com a etapa de definição, o artigo será enviado a dois avaliadores externos, preservando o anonimato dos autores e entre os avaliadores (peer blind review), que por sua vez, procederão de acordo com os critérios: 1. Publicar sem alterações; 2. Publicar com pequenas alterações, efetuadas pelos avaliadores; 3. Retornar ao autor com orientações de correções a serem efetuadas, podendo ser publicado posteriormente; 4. Retornar ao autor com a reprovação do artigo, sem publicação posterior. Periodicidade: A Revista “Ciência & Maçonaria” apresenta volumes anuais com periodicidade semestral; sendo dois números por ano. A RC&M apresenta-se em formato digital, onde o leitor pode facilmente efetuar buscas por temas, títulos, autores, além de possibilitar salvar os artigos em formato ".pdf" quando necessário, sem a necessidade de autorização prévia. Os volumes serão divididos em: N.1: Jan/Fev/Mar/Abr/Mai/Jun/ - publicado em Julho N.2: Jul/Ago/Set/Out/Nov/Dez - publicado em Janeiro. Política de Acesso Livre: Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento. Seções: A Revista Ciência & Maçonaria é dividida nas seguintes seções, nas quais os artigos a serem submetidos devem ser enquadrados: 1. Linguística, Filosofia e Simbologia. 2. História. 3. Sociologia, Antropologia, Administração, Ciência Política, Pedagogia e Direito. 4. Teologia. 5. Psicologia e Pedagogia. A C&M - Ciência & Maçonaria (ISSN 2318-0129) consta nos seguintes indexadores e diretórios: DOAJ – Directory of Open Access Journals. ROAD—Directory of Open Access Scholarly Resources. Academic Journals Database. Latindex – Sistema Regional de Información em Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal. Sumarios.org - Sumários de Revistas Brasileiras. Diadorim - Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras. Acesso em http://www.cienciaemaconaria.com.br/index.php/cem/article/view/36

ESTAÇÃO DAS LETRAS: lançamento de livro.

08 de julho [quarta-feira]. Às 18h. Entrada Franca. Lançamento do livro Gramática da Ira e bate-papo com o poeta Nelson Maca. Sobre Nelson Maca – Poeta e professor de Letras da UCSAL. Articulador do Coletivo Blackitude: Vozes Negras da Bahia e do Sarau Bem Black. Com Berimba de Jesus, realiza o Encontro de Literatura Divergente em São Paulo. Endereço: Estação das Letras- Rua Marquês de Abrantes, 177 - Lojas 107/108 :: Flamengo. Rio De Janeiro, RJ 22230-060. Brasil. Telefone: (21) 3237-3947. http://estacaodasletras.com.br/